domingo, 27 de janeiro de 2013

Descobri o real sentido da palavra SAUDADE

Hoje faz um mês que meu pai faleceu e desde o dia 27 de dezembro de 2012 eu descobri o real sentido da palavra SAUDADE, a saudade do nunca mais sabe? Dói muito e só quem passou vai me entender.

Passamos um Natal lindo, divertido com toda família. minha mãe fez questão de tirarmos uma foto todos juntos: eu, meus pais e meus irmãos,  no dia 24 de dezembro antes da ceia.
Meu pai era um homem muito saudável, forte e disposto, no dia 26 ( dois dias depois desta foto) ele sentiu-se mal, foi para o hospital, ficou internado para exames, infartou e faleceu dia 27 as 7:30 da manhã...rápido assim... triste demais para nós!
Quando fomos todos no hospital a noite vê-lo, porque fomos avisados que seu estado era gravíssimo ele falou para o colega de quarto :  - NÓS SOMOS MUITO FAMÍLIA.
Meu pai teve um velório lindo com muitos amigos e TODOS os familiares com todas as homenagens que uma pessoa honrada e maravilhosa merece. Foi cremado numa cerimônia também linda e hoje temos dele as melhores lembranças e toda saudade do mundo.
As lembranças de tudo que vivi durante 39 anos com meu pai ficarão para sempre, ele viverá para sempre no meu coração e no dia que minha viagem acabar e chegar minha hora de descer do trem, tenho certeza que ele estará me esperando. Até qualquer hora pai.
 

Esse vídeo lindo fez parte do cerimonial de cremação do meu pai.


10 comentários:

Fátima disse...

Andrea querida, sei bem o que a palavra saudade representa, pois meu pai também já não se encontra entre nós. Digo sempre que ainda bem que existe a tal da saudade para manter as pessoas que amamos mas já se foram vivas no nosso coração. Que bom que pra vocês ficaram a lembrança de bons momentos entre a família e isso permanecerá para sempre. Se é assim que ele gostava de vê-los, mantenham-se unidos amando uns aos outros. De onde ele estiver estará muito feliz por continuar vendo a família unida e feliz. Beijo no seu coração querida.

Adriana Balreira disse...

Andrea,
meus sentimentos. Não sabia do ocorrido. Que coisa rápida isso. Deve estar sendo muito dificil para todos da sua família. Só posso te dizer que tenha força e muita fé!
beijos
Adriana

MEIREANDAK disse...

OI Andrea ,sinto muito já passei por isso e sei como é grande a dor da perda de uma pessoa da nossa vida inteira ,só o tempo vai amenizar a dor ,ai fica a saudade e recordações graças a DEUS SÃO BOAS NÃO É ,sua família é linda e juntos vão superar esta dor, seu paizinho está nas mãos do SENHOR ,MUITA FORÇA E FÉ O senhor abençoa toda família bjss

Mih Silva disse...

Andrea, só quem sentiu e sente isso sabe como é...o importante foram os momentos vividos e essa união de vcs.

Um abraço

Obs: sou prima do Rodrigo (Thais)

www.criativeartess.blogspot.com.br

Marly disse...

Olá, minha amiga,

Receba os meus mais sinceros sentimentos! Já passei por isso e sei que a dor é enorme. E realmente, nesta situação, a palavra saudade passa a ter para a gente o sentido mais pleno que possa ter.

Um abraço

Patrícia Gonçalves disse...

Puxa Andrea,
Uma dor inexplicável, vc. deve ter sentido.... sinto muito mesmo...
Difícil dizer algo, quando um ente querido se vai...
Espero sinceramente que vc. seja amparada pelo amor de todos e principalmente por Deus, que nunca nos abandona..
um beijo
Paty

artes e paninhos disse...

Força amiga!!!!! fiquei sabendo agora. Beijinhos Andrea

Rê Furlan disse...

Querida, sinto muito por seu pai... tb perdi o meu há 4 anos e a saudade ainda hoje se faz presente. Não machuca tanto, mas está em todos os momentos em que gostaria de ter meu pai ao meu lado... Desejo à você e sua família muita paz no coração, que encontrem conforto um no outro. Bjo no coração flor!

blogmarflorido@gmail.com disse...

Oi, andrea! Nossa que coisa mais triste! Realmente eu não consigo nem imaginar a dor que vc sente! Eu já sofri uma grande perda quando minha vó se foi, mas pai... não gosto nem de imaginar. Acho que nunca estamos preparados. Mas peço à Deus que essa dor passe e que fique só a saudade. Essa acho que não passará nunca né?

Força e fé!!!

Beijos
Taty

Entre, a casa é minha! disse...

Nossa Andreia, eu sinto muito viu. Paasei por isso com minha mãe que também aparentemente estava bem de saúde, um dia ela fez compras, foi à Farmácia e no outro passou mal e sequer os médicos tiveram tempo de atendê-la. Hoje eu consigo falar nela sem chorar, tem outras vezes que não. Fica bem, com certeza seu paizinho também está bem. A sua dor irá passar e irá se transformar em saudade. Fica bem.
Monalisa melo...*